A história das apostas

As apostas são atualmente muito populares entre os apostadores. A Internet ajudou muito na sua popularização. No entanto, as apostas existiam muito antes da era dos computadores e redes. Qual é a história das apostas?

Jogos de azar nos tempos antigos

A história das apostas é muito longa. As primeiras menções sobre os jogos de azar aparecem nos documentos que descrevem os tempos antigos. Naquela época, o jogo de dados era muito popular. É claro, trata-se de dados que sãom diferentes dos conhecidos hoje, porque o seu papel era desempenhado por astragais – os ossos de cabras e ovelhas domesticadas. O verdadeiro avanço ocorreu quando as primeiras cidades começaram a aparecer.

A Índia desempenhou um papel importante na história de jogos de azar, onde foi criado o oficio de sabhik. Era uma pessoa que resolvia disputas entre os apostadores apaixonados por jogar dados, damas ou pelas lutas de galos. Para os apostadores, era um personagem santa, cuja decisão era inquestionável. Muito parecido com a política dos corretores de apostas modernas, certo?

A América Latina não estava livre de jogos de azar, onde predominava o jogo de futebol em que se usava uma bola de borracha. Na Mesoamérica, ja era jogada em 1500 a.C. No estado mexicano de Sinaloa, uma variedade conhecida nos tempos antigos, embora muito menos violenta, é jogada hoje.

Jogos de azar em Roma e Grécia

Os romanos e gregos não podiam queixar-se da falta de emoções associadas ao jogo. Estes últimos dedicavam-se regularmente aos dados e também estavam apaixonados pelas competições em Olímpia, Delfos, Corinto ou Nemeia, onde as modalidades mais populares eram corridas de carros de guerra, corridas, lançamento de disco ou dardo, luta livre, boxe e salto em distância.

Os romanos eram apostadores ainda mais apaixonados. No entanto, chegou o momento em que o jogo em Roma foi banido, embora a proibição resultasse ineficaz, o que reflete com precisão a política atual dos países e regiões onde as proibições de apostas são aplicadas. O mesmo aconteceu em Roma, onde até os imperadores estavam dispostos a apostar. Aí, eram muito populares os desportos emprestados da Grécia, mas também as lutas de gladiadores. Vale a pena notar que foi em Roma onde apareceram os primeiros especialistas e consultores que ajudavam os apostadores, o que pode ser comparado com as actividades atuais dos corretores de apostas em fóruns e todos os tipos de sites.

Matemática na história das apostas

Nos séculos seguintes os jogos de azar desenvolviam-se na Europa e no mundo. Além dos dados, damas e lutas de galos e até de bois tornaram-se muito populares. Também apareceram jogos de cartas inventados na Coréia, que foram um grande avanço, proporcionando acesso a muitos jogos novos com as oportunidades de ganhar.

Grandes mudanças ocorreram depois do ano 1500, quando a matemática começou a desempenhar um papel importante no jogo. Os apostadores começaram a procurar maneiras de ganhar jogando dados e loterias. Naquela época, o interesse pela teoria da probabilidade também começou a crescer.

Vale a pena dar atenção a mais um evento importante que ocorreu na época. Os bilhetes de loteria eram populares, mas bastante caros, o que fez com que aparecessem apostadores profissionais. Com a ajuda deles, os apostadores não profissionais poderiam tentar a sorte a cotações muito mais baixas. Foi assim que as primeiras casas de jogos foram criadas, que com o tempo transformaram-se em ridotti. Mais tarde, foram criados casinos, mencionados pela primeira vez em 1867. Obviamente, os jogos de casino eram tributados e as receitas tributárias eram cobradas pelas autoridades municipais.

Casas de apostas e jogos de azar na Grã-Bretanha

Sem dúvida, a Grã-Bretanha contribuiu enormemente para o desenvolvimento dos jogos de azar. É aí que as casas de apostas foram criadas, precursoras dos pontos de venda de jogos, que apareceram nas Ilhas Britânicas no século XVIII, o que estava relacionado com o crescente número de corridas e apostas ilegais nesse país. Os apostadores que apostavam em cavalos eram chamados de “punters”. Vale acrescentar que o desenvolvimento dos jogos de azar e um grande boom de apostas contribuíram para a melhoria da imprensa. Obviamente, as informações mais lidas eram as notícias com análises de corretores de apostas – consultores de corridas de cavalos.

A primeira menção sobre as apostas é proveniente de Londres, onde as apostas em corridas de cavalos foram aceites na casa de leilões Richard Tattersall no século XVIII. Também apareceu o termo “bookmaking”, que significava manter um livro de entradas comerciais. Mais tarde, o nome foi emprestado para registar e confirmar a aceitação da aposta. O próprio termo “bookmaker” – de “book” (aposta) e “maker” (fazer) – não era bem visto na Inglaterra. Pelo menos até que Freed Swindel e Leviathan Davies publicassem uma lista de apostas localizadas em Londres.

O verdadeiro boom das apostas ocorreu um pouco mais tarde, no início do século XX, quando começaram a aparecer os pontos oficiais e legais para aceitar apostas. Como o pai deles é considerado John Moores, que em 1922 abriu o primeiro escritório de apostas em Liverpool chamado “Littlewood Pools of Liverpool”.

A oferta dos escritórios de apostas ampliava-se gradualmente. Grande parte dela era o futebol, que na Inglaterra crescia rapidamente desde o início da primeira competição profissional do mundo em 1888. Outras modalidades que faziam parte da oferta das empresas de apostas costumavam ser os desportos que se desenvolviam nas colónias inglesas, por exemplo, críquete ou corridas de galgos nos Antípodas.

História das apostas nos Estados Unidos

Os Estados Unidos também se associam com os jogos de azar. Você diz: jogos de azar, você pensa: Las Vegas. Realmente, os jogos de azar nos EUA são jogados principalmente em casinos, mas também havia muitos pontos de apostas e, infelizmente, corrupção relacionada com isso. Quando as apostas nos EUA eram legais, a marcha desportiva gozava de grande popularidade entre os apostadores. Com o tempo, porém, as modalidades colectivas ganharam mais popularidade. Curiosamente, não tanto o futebol como basebol.

Um facto interessante que mostra o lado sombrio das apostas é a final da World Series de 1919, quando na partida mais importante enfrentaram-se os jogadores de basebol de White Sox de Chicago e Cincinnati Reds. Segundo informações não oficiais, oito apostadores da equipa de “Windy City” foram subornados com uma quantia de 10 mil dólares. Arnold Rothstein, o dono de uma das loterias, foi a pessoa responsável por tudo isso. Afastando-se da corrupção, nos anos seguintes outras modalidades ganharam popularidade nos EUA: futebol, boxe, basquete ou golfe.

Apostas desportivas online

A disseminação da Internet foi um marco e um avanço no mundo das apostas, embora a própria idéia de fazer apostas na rede ocorresse na década dos anos 50 do século XX. Os americanos tiveram a idéia de permitir que os apostadores apostassem na Internet, mas a primeira aposta oficial online foi feita no Canadá em 1972.

O verdadeiro boom das apostas online ocorreu nos anos 90 do século passado, quando o desenvolvimento da tecnologia permitiu a disseminação da Internet, e cada vezs mais pessoas possuiam computadores. A propósito, nos anos 90 foi observado o aumento da popularidade do jogo nas empresas de apostas convencionais. Novos postos apareciam rapidamente em várias partes do mundo. As empresas de apostas desenvolviam tecnologias, melhoravam a oferta e o atendimento ao cliente, obtendo grandes lucros. Na virada dos séculos XX e XXI, foram criadas Pinnacle Sports (1998), Bet365 (2001), William Hill (2001), Bwin (2001), Expekt (1999), 10Bet (2003), Interwetten (1997), Gamebookers (2000), Unibet (1998), Betsafe (2010), SportingBet (1998) e Betsson (2008).

Como as apostas podem ser feitas on-line, as empresas de apostas oferecem aos apostadores a oportunidade de apostar a qualquer hora do dia ou da noite. Hoje é ainda melhor, e os apostadores podem jogar em computadores e dispositivos móveis em todos os cantos do mundo. O número de empresas de apostas também cresce rapidamente. Isso, no entanto, é uma grande vantagem do ponto de vista do apostador. As empresas de apostas mais fracas desapareceram do mercado ou estão à margem, enquanto as empresas conceituadas garantem apostas seguras.

Assim, você pode ver claramente quão rica é a história das apostas. Não há dúvida de que as pessoas sempre gostaram de fazer apostas. Isso foi importante em quase todas as comunidades. Quando falamos de jogos de azar, temos em conta o termo de origem árabe, inventado para descrever os jogos de cartas. No inglês, o termo significa o risco no jogo em que o resultado depende principalmente da sorte.

Enquanto nos jogos de casino o êxito depende de muita sorte, nas apostas depende do conhecimento, autodisciplina e habilidades de pensamento analítico, embora um pouco da sorte também seja útil. No entanto, as apostas devem ser tratadas como um jogo na bosla de valores. Os investidores não contam com a sorte e a mesma regra deverá aplicar-se aos apostadores.